RTC atualiza números sobre os prejuízos da estiagem no RS

A Rede Técnica Cooperativa – RTC realizou no dia 03 de janeiro uma nova estimativa, que atualiza os números relacionados aos efeitos da estiagem nas lavouras de milho e soja no RS. Os números apontam que as perdas se agravaram ao longo do mês de dezembro e que agora as lavouras de milho conduzidas sob condições de sequeiro já acumulam perdas médias na produtividade de 59,2%, um aumento próximo a 4% em relação ao último levantamento. Em algumas regiões, os prejuízos alcançam 100%. A falta de chuva combinada a temperaturas elevadas, também resulta em aumento dos prejuízos em áreas irrigadas, para as quais as perdas médias estão estimadas em 13,5%.

Prejuízos também já são contabilizados na cultura da soja. O levantamento revelou que 7% da área destinada à cultura ainda não foi semeada, resultado da falta de umidade no solo, que impossibilita a emergência e o estabelecimento adequado da lavoura. O atraso na semeadura e a falta de umidade para as lavouras já estabelecidas, já conduzem a um prejuízo estimado de 24% sobre a produtividade da cultura.

Os dados foram coletados junto a 21 cooperativas ligadas à RTC, as quais representam mais de 50% da área de soja do Estado do Rio Grande do Sul.

  • Av. Mal. Floriano Peixoto,
    1896 - Soledade - RS

    54 3381 4600

    Desenvolvido por BRSIS